quinta-feira, 2 de maio de 2013

Os Maiores Clichês de Filmes de Terror

O clichê é um recurso cinematográfico que de tão eficiente é usado à exaustão, e depois de usado tantas vezes acaba se tornando elemento pouco criativo, até mesmo preguiçoso entre os realizadores. Acredito que os maiores e mais persistentes clichês já utilizados no cinema estejam nos filmes de terror, e que pelo visto, ainda serão usados muito mais vezes.

Os clichês um dia foram ideias originais, mas justamente a falta de originalidade de outras produções os transformaram em fatos pra lá de recorrentes nas telas do cinema. Pensando está aí uma lista com alguns dos melhores clichês que os filmes de terror insistem em utilizar, e provavelmente vocês também já se depararam com algumas das cenas citadas aqui. Confira:



1 - O Carro nunca funciona:

Pode apostar, se alguém precisar do carro para uma fuga de emergência, esqueça! Ele não vai funcionar, ou porque o vilão destruiu o sistema de ignição ou porque o carro é velho demais.





2 - Verificar um barulho estranho:

A coragem dos personagens de filmes de terror é algo realmente impressionante! Qualquer garota indefesa que estiver sozinha em sua casa e escutar um estranho e suspeito ruído no porão, vai descer para verificar. Isso tudo sem acender a luz, é claro!




3 - Acabar a energia:

Acabar energia é clássico em filme do gênero, mas não se preocupe, pois a cena será iluminada pelos constantes raios que estarão caindo na tempestade lá fora.






4 - Vilão com Teletransporte:

Não adianta correr para o quarto que fica no segundo andar, o vilão sempre estará atrás da mocinha quando ela fechar a porta. Como? Não se sabe! Já que há segundos atrás ele estava caminhando no jardim. Os serial killers são os mais habilidosos, já que eles evitam correr e sempre estarão a um passo da vítima.




5 – Hospital ou Fábrica Abandonada, com infiltrações e ratos:

Este é o cenário preferido para terminar ou começar os filmes de terror. Grandes vilões já morreram em um ambiente assim. Nesse local, cheio de goteiras, infiltrações e ratos; as luzes não ficam sempre acesas, e sim piscando e fazendo um barulho estranho de curto-circuito.



6 – Alguém chegará no escuro, sem avisar ou fazer barulho:

Não existe um amigo que entre na casa de alguém sem avisar e no escuro, e coloque a mão no ombro da pessoa provocando um susto do além. Mas no cinema isso é comum e esta cena também é reproduzida com um casal de namorados ao invés de amigos.




7 – Celular sem Bateria ou sem Sinal:

Com o avanço tecnológico, esse clichê se tornou um dos preferidos no cinema atual, e frequentemente é utilizado. Não adianta ter um celular em uma cena de perigo, pois ele estará com a bateria descarregada ou sem nenhum sinal.




8 – Em um grupo de amigos todos morrerão menos o casal principal:

Em um grupinho de aproximadamente 6 amigos, todos irão morrer, exceto o casal da trama. Pois após mandarem o vilão para o inferno no final, irão se abraçar aos prantos e muito machucados. Se eles não forem um casal no início da narrativa, acabarão se tornando um, uma vez que experiências traumáticas como essas provocam interessa amoroso, ao menos nesses filmes.



9 – Uma simples viagem pode ser perigosa, principalmente se o carro quebrar:

Uma viagem de férias para um lugar calmo pode representar um enorme perigo aos personagens, já que um maníaco sedento por vítimas, estará esperando os turistas inocentes. Este clichê também é utilizado quando um desvio de rota é ocasionado por uma falha mecânica no carro – Daí já viu, né?



10 – O Vilão morto se mexer:

Um movimento qualquer do vilão supostamente morto, por menor que seja, pode apontar uma continuação para o filme. Em alguns casos a mexidinha é substituída por um ruído, uma piscada de olho, ou uma risada macabra: Rá, rá rá, rá, rá, ráááá! (com eco)



Sei que muitos clichês clássicos ficaram de fora dessa lista, portanto se você lembrar de algum que não estava por aqui, comente!

Analytics

Posts Relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...